Mobilidade
Relação Universidade-Empresa
Formação
Notícias
Quem somos
Alianças

Publicidade

Publicidade

Rede Universia

Universia.br

Brasil :: Página inicial >

Terça-feira :: 30 / 10 / 2007

SERVIÇOS ::

Cultura+   Passeios Virtuais    

De Olhos Abertos

Faça um passeio virtual pelas obras apresentadas na mostra realizada pelo Instituto Tomie Ohtake

Publicado em 01/06/2005 - 02:00

Dois movimentos artísticos surgidos no início do século XX que revolucionaram a visão sobre a arte foram o destaque da exposição "Sonhando de Olhos Abertos - Dadá e Surrealismo", que esteve em cartaz em 2005 no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo. Para que nossos usuários possam conhecer um pouco desse universo "fantástico" o Universia Brasil preparou um passeio virtual pela mostra, que você pode visitar clicando na imagem abaixo.


A mostra trouxe obras da coleção de Vera e Arturo Schwarz, uma das mais ricas e completas no campo de documentação destes dois movimentos que, de tão expressivos, continuam tendo muita influência na arte contemporânea. "A coleção de Schwarz tem muita riqueza e informação. É realmente gratificante ter a oportunidade de trazer isto para o público", destaca o curador da exposição no Brasil, Luis Cancel.

Dadá e Surrealismo na América Latina

Apesar de ambos os movimentos terem iniciado na Europa, houve uma participação internacional muito grande, inclusive na América Latina, um dos pontos em destaque na exposição. "O objetivo era dar um pouco mais de ênfase aos artistas latino-americanos que formam parte desta coleção", conta. 

Além disso, outro ponto interessante da exposição é o paralelo traçado entre os dois artistas que servem de ponte entre os movimentos, Marcelo Duchamp (1887-1968), e Man Ray (1890-1976), representando, respectivamente, o dadaísmo e o surrealismo.

Embora o movimento dadaísta tenha existido por pouco tempo, entre 1916 até meados de 1924, pode ser considerado precursor de diversos outros movimentos artísticos importantes. "Quando você observa a arte de Duchamp, os ready-mades, você vê o nascimento da arte conceitual e, também, da arte de performance, que começa com os artistas do dadaísmo", explica. "O pop, movimento artístico predominante na década de 60, também sofreu forte influência dos artistas de Dadá", acrescenta. Já o surrealismo, iniciado em 1924, nunca teve fim, estando presente, inclusive, nas obras de artistas da atualidade.

A partir daí, percebe-se a contemporaneidade das produções artísticas destes dois movimentos. "Quando passam pela exposição, muitas pessoas reagem às obras se emocionando, chorando ou, até mesmo ficando bravas. O que, para nós, só mostra quanto os trabalhos ainda estão vivos", conclui Cancel.

Encontre Notícias de seu interesse


Publicidade

.                                                                                                                                                         &nbs p;